VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

domingo, 14 de setembro de 2008

Montenegro já é membro da ONU

As Nações Unidas acolheram hoje o 192º membro, o pequeno Estado balcânico do Montenegro, menos de um mês após a proclamação da independência a 3 de Junho.

A Assembleia-Geral da ONU aprovou por consenso, ou seja, sem votação, uma resolução nesse sentido. De acordo com os procedimentos das Nações Unidas, a Assembleia-Geral agiu segundo uma recomendação do Conselho de Segurança.

A declaração do presidente da Assembleia-Geral, Jan Eliasson, de que a República do Montenegro foi admitida como membro das Nações Unidas foi seguida dos aplausos de muitos dos restantes 191 membros da organização.

Saudando a chegada do novo Estado-membro, o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, felicitou o Montenegro por ter alcançado a independência de modo democrático e pacífico.


"Ao alcançar a independência por um processo não violento e democrático, conduzido de modo equilibrado e transparente, o Montenegro mostrou ao mundo inteiro não apenas a sua paciência mas também a sua maturidade política", disse.

"O seu povo demonstrou que a adesão aos valores democráticos e ao Estado de direito constitui o melhor meio para alcançar objectivos políticos e que mesmo os problemas mais sensíveis e difíceis podem ser resolvidos pacificamente", adiantou.

Annan sublinhou que "estas mensagens são particularmente importantes, tendo em conta o recente passado violento na zona dos Balcãs", considerando "encorajador" o facto dos vizinhos do Montenegro terem acolhido bem a sua passagem para a independência.

"O Montenegro pode ser pequeno em termos territoriais e de população, mas tem um papel significativo a desempenhar na manutenção da estabilidade na região", disse ainda o secretário-geral da ONU.

O Presidente do Montenegro, Filip Vujanovic, por seu turno, prestou homenagem às Nações Unidas, que, disse, sempre representaram para os seus compatriotas "um laço insubstituível entre diferentes Estados, povos e culturas".

Comprometeu-se a desenvolver boas relações de vizinhança com a Sérvia (de quem o país se separou) e a aderir aos princípios da ONU, prometendo respeitar a lei internacional e colaborar na luta contra o terrorismo e em prol dos direitos humanos.

Após a sessão, a bandeira do Montenegro, uma águia dourada de duas cabeças sobre fundo vermelho, foi içada solenemente diante do edifício das Nações Unidas em Nova Iorque.

O Montenegro, com 620.000 habitantes, proclamou a independência no dia 03 de Junho, após a realização de um referendo durante o qual 55,5 por cento dos eleitores montenegrinos se pronunciaram a favor da separação da Sérvia.

A sua independência foi reconhecida pela União Europeia, Estados Unidos, Rússia e China, bem como numerosos outros países, entre os quais a Sérvia.

As anteriores admissões de Estados na ONU remontam a 2002, com a entrada de Timor-Leste e da Suíça. Quando foi criada, em 1945, a ONU tinha 50 membros.




Fonte: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/
Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
O que faz você feliz?

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog